catedral em Santo Agostinho

O tecto vermelho outorga ao espaço uma luminiscência mágica. O incenso, as velas e o canto gregoriano ajudam. Santo Agostinho - um reduto católico neste protestante país.

[bravo, España!]

nota: Eles não se sabem comportar dentro de uma igreja - mal lá entram e metem conversa com o pessoal. As estátuas devem confundi-los [pensam que estão num museu]. Ou simplesmente estão mal habituados pelos seus ímpios espaços cívicos de encontro e de discussão bíblica a que chamam igrejas: diálogo e conversa (o hábito faz o monge) quão grande o engano. Lá o tempo altera-se e suspende-se o diálogo. Corações ao alto. A liturgia transforma-se em mantra, a mente é anulada para que os entes se exaltem. A experiência religiosa é meta-humana, não opera por via desse mecanismo tosco a que o homem chama de intelecto pois quão infinita a distância entre os homens e Deus. O grande objectivo é o da êxtase religiosa, não o da compreensão racional - vão orgulho babélico. Evangelho de Jesus Cristo segundo... A humanidade funciona muito melhor quando aos incapazes não se lhes dá a tragédia de ter de pensar. Ou de falar. Ou conversar. Pelo menos não dentro da igreja... boa? Cumprimentai-vos na paz de Cristo.*

*(suspiro)

(coro)


St. Augustine, FL

2 Responses to “catedral em Santo Agostinho”

  1. # Blogger Heliocoptero

    Havias de tentar a cerimónia pagã teatralizada em que eu participei na Suécia. Teria dado para muitas páginas do teu caderno de notas :p  

  2. # Blogger veado_

    Oh, que decepção...A experiencia religiosa é que é tosca. Deixa de ser tosco!  

Post a Comment