da paisagem

Toda a paisagem é artificial, conquanto o homem a olhe. Se a não olhasse não seria paisagem. Pensar paisagem é um exercício ontológico já que do que se trata é de pensar os limites do ser. No gesto do traçar os contornos do que é, estabelece por exclusão o que não-é: a paisagem.

Toda a paisagem é artificial porque do todo se subtraiu uma das partes. Só o todo é natural. Como nada disto acontece senão na dimensão mental, trata-se de um artifício, não de uma abominação.

6 Responses to “da paisagem”

  1. # Anonymous Anonymous

    E, assim, do vazio (ou do todo) foi criado o universo...

    ...que se dividiu nos dois elementos basicos, positivo e negativo, bem e mal, yin e yang...  

  2. # Blogger Joao

    Anonymous,

    Toda a dicotomia é uma ilusão terrena.  

  3. # Anonymous Anonymous

    Tem toda a razao!
    E e' assim que vivemos num mundo de ilusoes, no mar de sofrimento, na roda da vida...  

  4. # Blogger Joao

    Anonymous,

    Irra !  

  5. # Blogger I wish I was BLONDE!

    LOL  

  6. # Blogger Joao

    I wish I was BLONDE!,

    :-)  

Post a Comment